Coats

×

Luta da moda contra o plástico

A moda está finalmente mudando de comportamento na luta contra o plástico?

A indústria global da moda gera milhões de empregos em todo o mundo, além de receitas avaliadas em bilhões, mas esse sucesso vem com um custo de dano ambiental.

Análises da Ellen MacArthur Foundation que, se nada mudar, o setor da moda será responsável por um quarto do total de emissões de dióxido de carbono até 2050. Porém, não é o fim do mundo, uma vez que o sentimento do consumidor, novas tecnologias e produtos inovadores estão pavimentando o caminho para um futuro mais sustentável na moda.

Análises da Ellen MacArthur Foundation informam que, se nada mudar, o setor da moda será responsável por um quarto do total de emissões de dióxido de carbono até 2050.

A reciclagem se tornou um problema crescente. Em todo o mundo, agências de proteção ambiental globais estão ganhando publicidade, recebendo cada vez mais cobertura da mídia de suas campanhas e esforços de reciclagem. Porém, apesar dessas medidas, relatórios recentes indicam preocupações com a situação global atual associada com o uso de plástico no mundo.

De acordo com um artigo do Guardian de 2017, espera-se que o uso de garrafas plásticas aumente para mais de um trilhão de vendas anuais em todo o mundo até o fim da década. A demanda é equivalente a, aproximadamente, 20.000 garrafas compradas por segundo, ou mais de 1 milhão de garrafas plásticas por minuto. Reduzir a poluição marinha está entre os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. O Programa Ambiental das Nações Unidas lançou sua campanha Mares Limpos no ano passado para reduzir o uso de microplásticos e plásticos de uso único. Em uma tentativa de combater esse aumento de lixo plástico, as empresas estão trabalhando para incorporar esses tipos de materiais recicláveis nas roupas. Conhecida como moda sustentável, o objetivo dessa filosofia de desenvolvimento sustentável é criar um sistema que receba apoio indefinidamente em termos de impacto humano no ambiente e responsabilidade social. A Coats está pavimentando o caminho de linhas recicladas para roupas com nossa linha de produtos, incluindo Coats Epic EcoVerde e Coats Gramax EcoVerde. Nós também fabricamos metal reciclado e zíperes plásticos, Opti M EcoVerde e Opti S EcoVerde.

A Coats EcoVerde é uma linha de produtos revolucionária que contém linhas de costura premium 100% recicladas. Sendo a única linha 100% reciclada disponível mundialmente de corespun premium adequado aos propósitos e linhas de costura texturizadas no mercado atual, a EcoVerde oferece o mesmo nível comprovado de desempenho das principais linhas não recicladas do setor.

A Coats EcoVerde é uma linha de produtos revolucionária que contém linhas de costura premium 100% recicladas.

O processo começa com garrafas plásticas (PET) usadas sendo coletadas dos consumidores, organizadas, limpas, cortadas em flocos e, então, derretidas e colocadas em fibras e filamentos, com os quais as linhas de costura EcoVerde são feitas. Por consistir totalmente de fibras plásticas recicladas, a Coats EcoVerde possui uma pegada significativamente menor que as fibras virgens.

Ao reciclar garrafas plásticas, reduzimos a quantidade de toxinas liberadas no ar ao queimar resíduos plásticos. De acordo com o Projeto Terra, uma quantidade significativa de petróleo é necessária para fabricar produtos plásticos novos, e cerca de 40% do petróleo pode ser reduzido ao reciclar plásticos velhos e descartados. Os benefícios de reciclar plástico também incluem uma redução nas emissões de gases do efeito estufa. Em um estudo feito pela Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos, uma família comum pode reduzir suas emissões de carbono em até 340 libras ao reciclar seus resíduos plásticos ao invés de enviá-los aos aterros.

De acordo com o ‘Relatório de Mercado de Fibras e Materiais de Preferência’de 2017 da Textile Exchange, há uma demanda crescente por poliéster e nylon reciclados entre os favoritos da sustentabilidade. Na pesquisa da PFM Benchmark, que contou com a participação de 95 empresas, 47.407 MT de fibra de poliéster reciclada foram usadas e 2,9 bilhões de garrafas foram desviadas do aterro. A comunidade da Textile Exchange, lideradas por membros do rPET Working Group, estão apoiando um compromisso para aumentar o uso de rPET no reconhecimento dos impactos ambientais do uso de PET virgem. Cada marca que assinou concordou em aumentar em, no mínimo, 25 por cento o uso de rPET até 2020. Isso também está em evidência nos relatórios recentes em www.just-style.com, que informa que a adidas pretende usar apenas poliéster reciclado em seus calçados e roupas até 2024, e que a Decathlon se comprometeu em reduzir seu impacto usando produtos de poliéster sustentável em seus artigos têxteis vendidos na França até o fim de 2021.

Outros varejistas e fabricantes também estão se manifestando, como a Asos, Levi’s, H&M, John Lewis and Kering, introduzindo materiais sustentáveis e campanhas. Através de nossa linha de produtos EcoVerde, a Coats planeja permanecer uma parte integral do setor de linhas recicladas e trabalhar com o setor para desenvolver mais inovações e colaborações.

Entre em contato com um especialista técnico para saber como a Coats EcoVerde pode ajudar a melhorar suas credenciais de sustentabilidade e salvar nossos oceanos.

O diabo no mar azul

Baixe o nosso infográfico para saber mais.

Ver infográfico